Criar uma Loja Virtual Grátis

  • Currently 2.96/5

Rating: 3.0/5 (666 votos)



ONLINE
1





Partilhe esta Página


  

5s

 

Legislação


Investimentos
Investimentos

                 MAIS INVESTIMENTO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

O Coordenador Nacional do Fórum Sindical dos Trabalhadores, José Augusto da Silva Filho, defendeu em audiência no Senado, a adoção de políticas efetivas para melhorar a segurança no trabalho. Ele afirmou ser necessário promover campanhas educativas e pediu o fortalecimento do Ministério do Trabalho, que, como observou, conta atualmente com um auditor fiscal do trabalho para cada três mil empresas.

- Lei não falta. O que falta é investimento e comprometimento – ressaltou o coordenador.

José Augusto citou dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI), segundo os quais morrem por ano cerca de três mil pessoas em acidentes de trabalho no país, ao custo de R$ 32 bilhões para o Estado.

Segundo José Augusto, os riscos são maiores para os trabalhadores terceirizados. Em cada 10 acidentes, disse ele, oito ocorrem em empresas que utilizam mão de obra terceirizada.

Ele participa de audiência pública, promovida pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), sobre o Dia Internacional em Memória às Vitimas de Acidentes do Trabalho, cuja data oficial é 28 de abril.

 A data foi criada em 2003 pela Organização Internacional do Trabalho. O dia 28 de abril foi escolhido em homenagem a uma tragédia ocorrida nessa data, em 1969, na qual 78 trabalhadores foram mortos na explosão de uma mina nos Estados Unidos.

Em 2011, Alagoas registrou 1320 notificações de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho, segundo o Sistema de Informação de Agravos de Notificação. “Sabemos, porém, que este número é apenas a ponta do iceberg do universo de casos, já que muitos não são notificados”, afirma a médica do trabalho, Iara Albuquerque.